Arquivos do Blog

MAKING OF – Marchinhas do Carnavândalo 2014

Na estreia da coluna MAKING OF do rafucko.com, vou contar algumas curiosidades e referências utilizadas para o vídeo “Marchinhas do Carnavândalo 2014”.

As marchinhas foram criadas pelo coletivo Ocupa Carnaval, e executadas pelo Bloco Nada Deve Parecer Impossível de Mudar. A coletânea completa você pode ouvir e baixar clicando aqui.
Das marchinhas, utilizei somente a melodia, sem a voz, porque queria mostrar os meus não-dotes vocais (e porque eu sou péssimo em dublagem, ia ficar fora de sync).

As referências para cada clipe foram as seguintes:

 1 – Dalva e Herivelto, desbotados, como as capas da “Revista da Rádio”. A peruca parece o cabelo da Carla Perez no início da carreira, mas foi presa na parte de trás. Essa mesma peruca volta a aparecer mais tarde no mesmo vídeo, em uma das chacretes.

referencia-marchinha1

Esqueci os brincos, rs

2 – Emilinha Bomba, referência ao vídeo “Cachito”, de 1959.

Emilinha Borba (à esquerda) e Emilinha Bomba (à direita)

Emilinha Borba (à esquerda) e Emilinha Bomba (à direita)

3 – A referência para Chacrinha é o vídeo onde ele canta Maria Sapatão no Fantástico.

Para o fundo, foram interpretadas três chacretes: duas loiras e uma morena. Erra quem pensa que eram apenas figurantes. Cada uma tem uma história: a morena é meio mondronga, não tem ritmo e sofre bullying por não ser loira. Ela não desiste dos seus sonhos, mas sabe que está ali só porque dá pro diretor (coisa que as outras duas também fazem).

A morena é a única que tosse com o gás lacrimogêneo cenográfico.

A morena é a única que tosse com o gás lacrimogêneo cenográfico.

A loira com a peruca da Carla Perez tem ciúmes da loira de cabelo curto, fato que podemos perceber quando Chacrinha passa o microfone de uma pra outra. É uma quebra sutil na narrativa, para adicionar emoção ao vídeo.

Tensão entre chacretes: a de cabelo curto fica nervosa e canta fora do ritmo.

Tensão entre chacretes: a de cabelo curto fica nervosa e canta fora do ritmo.

TRIVIA
O maillot de lurex usado pelas chacretes é o mesmo usado pelo pequeno Marco no vídeo da “Propaganda de Opção Sexual“.

Quem vestiu melhor o maillot de lurex?

Quem vestiu melhor o maillot de lurex?

4 – Carmem Miranda Black Bloc usa turbante preto, pulseiras de balas de borracha e colar feito com cápsulas vazias de gás lacrimogêneo lançadas pela PMERJ durante protestos. A referência do cenário é o trecho do filme “Down Argentine Way”, de 1940, alterado com cartazes e pichações de Anarquismo e “Mais Amor, por favor”.

referencia-marchinha4

Por hoje é só!
Responda nos comentários: qual vídeo você quer ver no MAKING OF da semana que vem?

Anúncios

Marchinhas do Carnavândalo 2014

Saíram as novas marchinhas de carnaval, remasterizadas com som de bomba e letras anti-copa!

1º UPP – UH UH UH Prêmio de Protestos

Ontem rolou o 1. UPP – UH UH UH Prêmio de Protestos – Edição Rio de Janeiro -, que premiou os melhores e piores das manifestações de 2013.

Às 22h, ao final da assembleia popular na Cinelândia, os convidados começaram a ocupar o Tapete de Concreto da Cinelândia. Vamos conferir quem passou por lá?

A NINJA apostou no pretinho básico e não largou mão do smartphone.

A NINJA apostou no pretinho básico e não largou mão do smartphone.

Delegado Orlando Zaccone e vândala Sininho, que colecionava indicações, também prestigiaram a premiação.

Delegado Orlando Zaccone e vândala Sininho, que colecionava indicações, também prestigiaram a premiação.

Manequim vandalizado da Toulon chegou com traje de gala, mas não falou com os jornalistas.

Manequim vandalizado da Toulon chegou com traje de gala, mas não falou com os jornalistas.

A streamer do coletivo Rio na Rua apostou num vestido longo e inovou com a primeira grua de smartphone vista nas manifestações de rua no RJ.

A streamer do coletivo Rio na Rua apostou num vestido longo e inovou com a primeira grua de smartphone vista nas manifestações de rua no RJ.

Plateia na escadaria do Theatro Municipal, instantes antes do início da apresentação. Lei mais dura poderia levar todos estes vândalos para a cadeia, mas felizmente fomos poupados.

Plateia na escadaria do Theatro Municipal, instantes antes do início da apresentação. Lei mais dura poderia levar todos estes vândalos para a cadeia, mas felizmente fomos poupados.

A Premiação foi realizada no Theatro Municipal, e teve a Cinelândia como palco. Logo de início, o apresentador Rafucko explicou como os premiados foram escolhidos: seguindo o modelo de gestão Cabral-Paes, o voto era aberto ao público, mas o próprio Rafucko decidiria os resultados sozinho. A plateia esteve animadíssima durante toda a cerimônia, torcendo por seus candidatos favoritos. O momento alto da noite foi o número musical do rapper Presidente, que puxou diversos gritos de manifestação.

(Assista aqui à transmissão completa por streaming dos canais Rio na Rua, Mídia NINJA e NINJA3_RJ)

Rapper Presidente empolga a multidão: "Cabral, bandido, cadê o Amarildo?" foi um dos sucesso entoados pelo músico.

Rapper Presidente empolga a multidão: “Cabral, bandido, cadê o Amarildo?” foi um dos sucesso entoados pelo músico.

O ponto alto da noite foi quando o manequim da Toulon subiu ao palco para receber o prêmio Molotov de Ouro por “Maior Ato de Vandalismo”. A quebra do manequim provocou uma reunião de emrgência da cúpula de segurança do Rio de Janeiro, algo que nem mesmo a chacina na favela da Maré foi capaz de mobilizar. O manequim, que é um ser inanimado, ficou em silêncio e provocou a reflexão dos presentes, ao vivo e por streaming.

Na entrega do prêmio de “Melhor Grito”, quem anunciava os indicados era a própria plateia. Os gritos eram acompanhados pelo barulho da porta de um ônibus, entoado por um motorista que encostou o veículo para assistir a premiação.

O prêmio de “Melhor Prisão” foi cancelado no primeiro ano da premiação. O apresentador lembrou que ainda há presos políticos e que a situação é muito séria. A Pedra Portuguesa de Ouro desta categoria foi guardada para ser entregue ao governador Sérgio Cabral, no dia em que ele for pro lugar dele: a cadeia.

893012_246402528851233_1298521945_o

Manequim da Toulon faz discurso de agradecimento. O silêncio do ser inanimado emocionou a plateia presente. (foto: Mídia NINJA)

Segue a lista dos grandes vencedores da concorrida Pedra Portuguesa de Ouro® 2013.

Melhor Ocupação
Ocupa Cabral
Ocupa Câmara Rio
Ocupa Paes
Ocupa Odebrecht

Melhor Grito
“Fora Cabral!”
“Não acabou, tem que acabar, eu quero o fim da Polícia Militar”
“Não vai ter Copa”
“Não me representa”

Maior Ato de Vandalismo (Molotov de Ouro)
Sentar nas escadarias da Câmara
Quebrar os manequins da Toulon
Pichar a ALERJ
Queimar ônibus

Pior Manipulação
“A voz que emergiu das ruas”, Revista VEJA
“Lei mais dura leva 70 vândalos para a cadeia”, Jornal O Globo
“Quem são os Black Blocs?”, Revista Época
Leilane Neubarth, pelo conjunto da obra (Globo News)

Maior Repressão
Papafolia (22/7, Palácio Guanabara)
Dia da Independência (7/9, Av. Presidente Vargas e Palácio Guanabara)
Dia dos Professores/Black Prof (15/10, Cinelândia)
Marcha dos 300 mil (20/6, Av. Presidente Vargas)

Melhor streaming/cobertura
Mídia NINJA
Rio na Rua
MIC – Mídia Independente Coletiva
Coletivo Mariachi

Melhor Protesto Alternativo
Coletivo Projetação
Pink Bloc
Tatu-Bola na abertura da Copa das Confederações
Casamento da Dona Baratinha
Palhaço Paga-Nada

Molotov de Ouro, o prêmio mais aguardado da noite. (foto: Coletivo Carranca)

Molotov de Ouro, o prêmio mais aguardado da noite. (foto: Coletivo Carranca)

No after-party mais concorrido, os manequins da Toulon receberam convidados na Casa Nuvem, no Beco do Rato. Batman Pobre chegou atrasado, porque veio de ônibus, e só chegou para a festa.

O apresentador Rafucko com o manifestante Bruno Teles, também preso com flagrante forjado pela PM, e Batman Pobre.

O apresentador Rafucko com o manifestante Bruno Teles, também preso com flagrante forjado pela PM, e Batman Pobre.

Em breve, os vídeos editados da premiação!

Imagina no carnaval…

Se tá assim agora, imagina no carnaval…

Veja também:
Manifesto Pink Bloc
Vândalo Fitness

III Leitura Interpretativa de Twitts

A III edição da Leitura Interpretativa de twitts é especial de carnaval.
O twitt convidado é uma poesia do @bebimeuprogress.

Assista às edições anteriores: I Leitura Interpretativa de Twitts / II Leitura Interpretativa de Twitts

(os links para os twitts estão no campo dos comentários)

Apuração de votos define o campeão do Fashion Rio

O Fashion Rio terminou ontem, mas o dia mais tenso na vida dos estilistas é, na verdade, hoje. Considerada a “quarta-feira de cinzas da moda”, este sábado tem um tom cinza metalizado, diferente do cinza gelo das coleções. Os desfiles foram exuberantes, ousados e glamourosos, mas os jurados têm olhos atentos aos pequenos detalhes. Acompanhe a apuração dos votos com Helô Montoya e Alexandra Zucchi para saber quem foi o grande campeão desta edição do Fashion Rio.

(da BRINKSTV)

%d blogueiros gostam disto: