Arquivos do Blog

Melhores da Websfera – youPix 2014

Fui indicado a 5 categorias no youPix 2014! Não levei nenhuma, mas rolou isso aqui, ó:

(no fim da premiação eu subo no palco, prêmio de consolação, pula pra lá se não quiser ver todo o desenrolar da premiação)

Anúncios

Debate no YouPix Rio

Hoje, a partir das 14h, participo do debate “Protestos e redes sociais – a mudança de poder da mídia” no youPIX RIO.

rafucko-youpix

Participarão da mesa Pedro Dória (Editor Executivo de Plataformas Digitais do jornal O Globo), Rodrigo de Almeida (editor do portal IG), Alexandre Inagaki (jornalista, blogueiro e consultor de mídias digitais) e membros da Mídia NINJA. A mediação é de David Butter. 

Clique aqui para assistir o streaming ao vivo: https://www.facebook.com/vivo/app_503925693013955

Look ideal para responder uma DM da Julia Petit

Semana passada recebi uma DM da Julia Petit no Twitter. Era um convite pra participar do palco dela no YouPix. Como dizer “sim” pra um convite irrecusável? Com um make, claro!

O youPIX Festival rola de 03 a 05 de julho das 13h00 as 23h59 no 2o andar da Bienal em São Paulo.


Terça-feira, 3 de julho

17h00 – 18h00 | LAB DE MAQUIAGEM COM JULIA PETIT E RAFUCKO

Que a linda Julia Petit, blogueira e apresentadora do programa Base Aliada da GNT, faz os melhores e mais fofos tutoriais de maquiagem do Brasil, todo mundo sabe. Mas e o Rafucko, você conhece? Ele ficou super famoso com o tutorial HI-LÁ-RIO em que ensina a galera a fazer a maquiagem do Facebook (veja aqui). Agora, o youPIX tem a honra de juntar os dois para um laboratório de maquiagem onde tudo pode acontecer. Traga seus pincéis e venha de cara limpa.

A melhor homofobia do twitter 2011

A revista eletrônica YouPix promove, todo ano, uma votação dos melhores do twitter. O melhor avatar, a melhor hashtag, os melhores assuntos… Na votação deste ano, entretanto, cometeram um pequeno deslize:

Uma das opções de melhor Trending Topic do ano é “zoações com Pelanza”. Até aí, tudo normal. O problema vem nos parênteses que seguem, dando exemplo do que são as tais zoações: viado, dá o cu, pedófilo, etc.
Ao serem avisados do equívoco pelo twitter, responderam:

Preciso chamar a atenção de vocês pra três aspectos desta história.

1. “Viado” foi tido como “zoação”. Não vou ser Pollyana e achar que, reclamando com o YouPix vou mudar o mundo e a maneira como as pessoas usam o termo “viado”: ele continuará sendo usado como zoação e xingamento por muita gente (ignorante, claro). A partir do momento que um site deste porte corrobora com essa visão, aí sim começa o meu problema. Não, “viado” não é zoação, e não pode ser tratado como zoação por grandes meios de comunicação, porque eles ajudam a pautar a forma com que jovens falam sobre diversos assuntos, sendo um deles a homossexualidade. É quase imperceptível, mas esta enquete contribui para que “viado” continue no rol de palavras usadas para “zoação”, dando abertura para uma série de outros vícios de linguagem e práticas que muito dificultam a busca pela igualdade da comunidade dos tais viados.

2. Podem dizer que não relacionaram o termo “viado” a “pedofilia, etc.”, e talvez a real intenção não tenha mesmo sido essa (assim espero). Eu, contudo, desconfio de tanta ingenuidade vinda de grandes meios de comunicação. São três os exemplos dados: viado, dá o cu (ou seja, viado de novo), pedófilo e etc., dando ideia de continuidade. Sem querer (assim espero), associa-se novamente a ideia de pedofilia à homossexualidade. Ressalto novamente que tal associação é e continuará sendo feita, independente deste protesto, MAS ELA PRECISA PARAR! Honestamente, não vejo diferença entre esta enquete infeliz e o discurso da deputada Myrian Rios: os dois confundem e associam, alegadamente sem querer, os gays à pedofilia.

3. Muitas vezes quando chamamos a atenção de uma pessoa para uma prática discriminatória que ela comete, ela se irrita. Não venho aqui no papel de santo, porque sei que já pratiquei muitas, e provavelmente ainda vou praticar alguma, sem querer. Somos criados em uma sociedade que discrimina mulheres, negros, gays, travestis, pobres… A nossa linguagem é permeada por esses preconceitos, como, por exemplo, a tal “zoação”. Falamos sem perceber. Mas precisamos admitir quando erramos, pois, quando não fazemos, estamos oficialmente defendendo a visão preconceituosa. E foi isso que aconteceu com a YouPix. Na resposta do twitter, me disseram claramente: “se você não é viado e te chamam de viado é uma zoação”. Eu sou viado e, se me chamarem de hétero, eu chamarei de equívoco, mas jamais de zoação. Porque eu não acho que tem nada errado em ser hétero, porque eu não me ofendo de ser confundido com hétero, porque eu não me envergonharia de ser hétero.

E não me envergonho de ser viado, mas já me envergonhei. Exatamente por causa destas “zoações” inocentes, que estavam presentes até na minha família, que sempre ensinou a aceitar todos como se fossem iguais.

Hoje, doze horas após a discussão no twitter, o termo continua inalterado no site.

Às vezes cometemos deslizes, é normal. Persistir no erro, entretanto, é da mais pura ignorância.

Parabéns, YouPix! O prêmio de babaca do ano é de vocês!

%d blogueiros gostam disto: